https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

FUNDO

 
FUNDO
Autor: Carlos Henrique Rangel

No fundo
Lá bem ao fundo de tudo
Resta uma lágrima sem sentido
O que ficou do amor...
No fundo
Bem lá no fundo
Há apenas um arremedo de dor
A superar...
Começar de novo...
Subir ao topo
E de novo o fundo.
Diferente fundo...
A mesma lágrima sem sentido
A superar.

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
555
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/11/2013 20:08  Atualizado: 21/11/2013 20:08
 Re: FUNDO
Muito bonito.

Gostei do que li e parabenizo o poeta pelas palavras...talvez um tanto tristes, mas verdadeiras!

Bjos,

Anggela


Enviado por Tópico
A.C.O.R
Publicado: 21/11/2013 20:15  Atualizado: 21/11/2013 20:15
Colaborador
Usuário desde: 17/10/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 694
 Re: FUNDO
Gostei das suas palavras, Parabéns


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/11/2013 08:45  Atualizado: 22/11/2013 08:45
 Re: FUNDO
como se estivesse condenado à dor, amor ou não amor. parabéns, Carlos.


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 22/11/2013 09:56  Atualizado: 22/11/2013 09:56
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6799
 Re: FUNDO
A certomomneto que temo que se superar. Istantes que nos corroem, sentimental