https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Apenas Frustação, por (não) escrever

 
Tags:  esperança    emoção    escrita    jomad    desalento  
 
Não sei que escrever
Sinto que vou desfalecer
Esgotei toda a energia
Criando mais uma fantasia

E quem me vê assim frustrado
Sabe o quanto isso é complicado
Tal como complicado foi meu passado
Sempre na amargura arrastado

Não sei que mais falar
A voz custa a chegar
Amordaçada sem razão
Presa num abismo por um grilhão

Invejo as aves no céu
Celestiais como um véu
Que ondula sem parar
Cobrindo a face do olhar

Volto a tentar escrever
Depois da pausa para sofrer
Liberto das néscias emoções
Que condicionavam as decisões

Percebo que é tarde demais
Que perdi para os demais
O que demais me fazia sorrir
Agora que nem consigo dormir

São insónias malditas
Ou apenas horas benditas
Que passo a contemplar
Tudo em redor com o olhar

Podia aproveitar para criar
Algo que nunca pudesse acabar
Uma incorpórea ponte da alma
Que incorpore alguma da minha calma

Sim, acho que podia fazê-lo
Desenleando o novelo
Que mitiga estas linhas espaçadas
Que pela minha caneta são criadas

Mas continua o bloqueio
Que corta o Poema a meio
Mediando parte do meu receio
Pois receio ficar apenas dele, a meio


Open in new window

 
Autor
jomadosado
 
Texto
Data
Leituras
454
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.