https://www.poetris.com/
Poemas -> Fantasia : 

*SAUDADE

 
Open in new window

Saudade - ECOSYS

Saudade que nunca acaba
Acaba sim, o tempo levou
Levou para não mais voltar
Voltar para que, acabou.

Acabou sem um adeus
Adeus que eu quis fugir
Fugir de falsas promessas
Promessas que me fez sorrir.

Sorrir para longe do eu
Eu que sou lealdade
Lembrar-se de coisas fúteis
Fúteis já virou saudade.

Saudade vai assim seguindo
Seguindo sem rumo certo
Certo da vida sem jeito
Jeito que anda por perto.

Perto juntinho da aba
Aba pendurada na gente
Gente voando sem asa
Asa que o tempo acaba.

Sonia Nogueira


Livros Publicados:
- Por Justa Causa - contos
- Nas Entrelinhas (200 sonetos)
- A Pequena May
-Datas Comemorativas em Poesias
-Eu Poesia, Contos e Crônicas
-No Reino de Sininho, infantil
- A janela Azul
- Contação de História Infantil
-Silênci...

 
Autor
SoniaNogueira
 
Texto
Data
Leituras
81
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
1
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 01/03/2017 11:23  Atualizado: 01/03/2017 11:23
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 25553
Online!
 Re: *SAUDADE
A saudade é aquele belos momentos que ficou, dos momentos que duas alma passou