https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Primeiro poema ao Pai

 
É quase meia noite e ainda não fiz um poema ao Pai.
Bom, e que hei-de dizer eu? Hoje nada me sai.
E a que Pai vou fazer o poema, ao meu Pai ou ao Pai que sou eu?
Ora, essa é boa, claro! Ao Pai que Deus te deu.

E, de repente, olho para mim e digo:
Vês, são estes os primeiros versos que escreves aquele homem tão teu amigo.
Por onde andei até hoje, tão esquecido, tão cabeça no ar,
Que nunca me lembrei de o festejar.

Versos às amigas, às namoradas, à mulher,
E jamais uns versinhos ao homem que mais me quer.
É para ti, meu pai, com imensa alegria,
Que dedico estes simples versos do teu dia.

 
Autor
maduro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2715
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 19/03/2008 23:45  Atualizado: 19/03/2008 23:45
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4449
 Re: Primeiro poema ao Pai
Mais vale tarde do que nunca Maduro

Além disso muito verdadeiro e sentido o seu poema
O seu pai adora-lo-á

Beijinhos