https://www.poetris.com/
Poemas : 

Entorpecido

 
Ah!...
O tempo parece que não passa...
Nada mais que me faça divagar...
Pensar em coisas estúpidas...
Estou fora do tempo e do espaço,
Rompi totalmente o laço com esta dimensão.
O que seria de mim sem estar entorpecido?..
Parecer ter dormido, mas estar apenas lúcido...
Não lúcido no significado usual,
É mais natural estar louco do que lúcido.
A loucura parece ter se tornado a lucidez dos medíocres...
Digo tais coisas por que as penso;
Se eu não pensasse, meu cérebro não acharia os símbolos que representam essas coisas.
As palavras são as maiores armas dos lúcidos.
Elas representam quase tudo que conseguimos pensar,
A menos que seja algo totalmente metafísico.
Embora até a metafísica não escape tanto da representatividade das palavras.
Estar lúcido e estar entorpecido ao mesmo tempo é fascinante.
Aproveito cada instante dessa lucidez rara.
Não preciso de alucinógenos, a solidão pucha o gatilho da lucidez.
Ninguém no mundo é lúcido se não tiver sido solitário uma única vez.
Perde-se tanto tempo com as bobagens,
Ninguém no mundo é feliz de verdade.
As pessoas se enganam a cada momento,
E o tempo passa quase imperceptível.
Ah!...
É preferível saber a verdade, do que passar a vida inteira na mentira.


Rafael Carneiro


 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
138
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.