https://www.poetris.com/
Poemas -> Introspecção : 

O velho dilema do espaço e tempo

 
Tags:  poesia    escrita    introspeção  
 
ainda assim escreve-se,
o velho que se fartou de viver,
e cheira fetidamente dos sovacos,
que já foram de uma pele de seda,
a parte escura de uma
mulher que nunca o chegou a ser,
o menino que morreu ao
primeiro toque de sua mãe,
e os adeuses,
as fartas porções de deixar tudo
ali,
sem retorno,...


escreve-se sempre,
porque parar de imaginar a
luz em que a
parte insubstituível da vida,
pode ser definida,
pararia o tempo,
e tornaria o espaço
sem resgate

 
Autor
theartist_lc
 
Texto
Data
Leituras
161
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 31/10/2018 11:11  Atualizado: 31/10/2018 11:11
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15132
 Re: O velho dilema do espaço e tempo
Surreal. Gosto da viagem que as suas palavras me levam.

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 31/10/2018 14:54  Atualizado: 31/10/2018 14:54
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12513
 Re: O velho dilema do espaço e tempo P/theartist_lc
Genial e complexo, abraço Vólena

Enviado por Tópico
theartist_lc
Publicado: 31/10/2018 21:57  Atualizado: 31/10/2018 21:57
Participativo
Usuário desde: 06/10/2018
Localidade:
Mensagens: 26
 Re: O velho dilema do espaço e tempo
Obrigado A ambos pela sinceridade
:)