https://www.poetris.com/
Prosas Poéticas : 

[É tempo da secura do silêncio]

 
Sim, são afiadas as lâminas geladas do silêncio que ora caem sobre nós. Quem as desafiar sofrerá os piores e mais profundos cortes.

Contudo, não morremos! É apenas um tempo de secura, tempo de sede espicaçada...
de secura de silêncio a ser rompida numa outra primavera!

Tempo de remoer o ódio e deixá-lo em conserva!
__________________
[Desterro, 17 de novembro de 2018 - 10h32]

 
Autor
crstopa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
103
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.