https://www.poetris.com/
Prosas Poéticas : 

[Desastre: Um blues no entardecer]

 
Duas laranjas murchas me aguardam jantar só. Fim de história. Pronto —, agora, às laranjas antes que a tristeza tome conta e eu as transmute numa cachaça...

No entardecer dos dias, o Blues fala o desastre de existir. Cada um, com a sua (dor, mágoa, solidão, secura de amor) ou com o seu escárnio de vida.
______________
[Desterro, 28/dez/18 - 20h14]

 
Autor
crstopa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
52
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.