https://www.poetris.com/
Poemas -> Fantasia : 

Shadows of the day

 
Minha fraqueza é que me importo demais
Minhas cicatrizes lembram-me que o passado é real
Dias cinzentos que não voltam jamais
E feridas abertas lembram-me de tudo o que fiz de mal

Estou bêbado e a começar a sentir-me mal
Apenas quero ficar sozinho
Quando depois voltar ao normal
Cabeça a "explodir", falem baixinho

Já lhe escrevi pela décima vez hoje
E treinei todas as coisas que diria
Não sou o gajo que de tudo foje
Tendo por vezes tudo a frente, e pouco ou nada realmente via

Agora sei que estou a ser usado
Mas tudo bem, até gosto do abuso
Por vezes num canto fico amuado
E fecho-me em mim, tipo um recluso

Ás vezes eu queria ser um anjo encantado
Ás vezes queria toda a riqueza imaterial
Ás vezes falo mas devia tar calado
Ás vezes faço asneira, nada de anormal

Às vezes queria ser como a fonte que me inspira
E todo o mel doce que de lá de cima escorre
Apanhava-o todo só para mim
Porque paixão regada a mel nunca esvanece, nunca morre

Há um pouco de loucura em mim
E as mentiras que eu vivi, sem fim
Mas agora não me vou enganar
É a minha maneira de recomeçar

Á minha volta há um milhão de luzes
Que querem vir comigo
Em tempos foram minhas cicatrizes
E agora são meu caminho
Ajudam-me a caminhar e a mudar o sentido da minha vida




MINHA POESIA MALDITA...
VEM DE MINHA ESCURIDÃO
E MINHA POESIA LUMINOSA
DE MINHA FONTE DE INSPIRAÇÃO

Peace & love
FidesinOculisMeis 2019®

 
Autor
FidesinOculisMeis
 
Texto
Data
Leituras
67
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.