https://www.poetris.com/
Poemas -> Dedicatória : 

Música predileta

 
Ouço música de acordo com aquilo que sinto
Verso a verso me arrepio da cabeça aos pés
Uma letra de canção, o meu labirinto
E o labirinto que se emaranha quando sofro um revés

Músicas são como páginas de um diário despercebido
Quantos segredos em suas páginas contém
Diário que medo tem de ser lido
Em si músicas se desenrolam lembrando alguém

Nenhuma música hoje me faz pensar vazio
E nenhum vazio é mais meu porto seguro
Músicas poetizadas de fio a pavio
"Mole'' como plasticina, mas faço-me duro

Nenhum vazio me acolhe mais de braços estendidos
Pois até nesses vazios as músicas não param de rolar
Até no vácuo do firmamento, me lembram momentos vividos
Músicas que se desenrolam e não lhes consigo escapar

Músicas que por vezes mataram minha solidão
Quando pensei que nada mais restava
Surgindo às vezes como sugestão
Músicas que não conhecia, mas com elas sonhava

Músicas que por vezes são chaves do meu eu mais profundo
Onde escondo tudo o que tenho medo de mostrar
Chaves guardiãs de meu mundo
Chaves que só as dei a quem senti que as podia confiar

Á meses que ouvindo músicas tento escapar desse lugar
E libertar-me desta espécie de prisão
Pois para esse lugar não posso arrastar
A música predileta de meu coração

Músicas me tiraram o medo de sentir
Mas não tiraram o medo assustadoramente gigante de perder
Músicas essas que meu eu e meu ego gostam de ouvir
Músicas me mostraram o sentido de realmente viver

P.S. As melhores músicas são aquelas que a chuva faz sentir, o sol faz inspirar e o vento faz escrever!











MINHA POESIA MALDITA...
VEM DE MINHA ESCURIDÃO
E MINHA POESIA LUMINOSA
DE MINHA FONTE DE INSPIRAÇÃO

Peace & love
FidesinOculisMeis 2019®

 
Autor
FidesinOculisMeis
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.