https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Pacto

 
Open in new window
Pacto

Oh!
Desejo que me interpela astuto
Salta-me ao espanto do olhar
O odor da rapinagem no vazio do lar
Que me força a caminhar na vida em luto

Há tantas repressões que me imputam
Todas patéticas de minuto a minuto
De toda a minha honrada família
De pai, mãe, filho adulto.

A todos que me negam um induto
Soma-se a isto a força da ação
A do verbo anômalo e sua dicção
É o meu corpo caído de um viaduto

— O pacto esta quebrado!
Disse o pai ao filho

Um desejo indescritível e absoluto
A fome que tolhe momentânea
(Ser...ter)
E dilacera a carne humana.


Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
184
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.