https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Jogos de baralho

 
Tags:  vida    idade    cores    paciência  
 
jogos de baralho

Às vezes vou percorrendo pela cidade
E fico notando ao meio dalguma praça
Pessoas aposentadas com muita idade
Jogam baralho, gritam e acham graça

Eu já não tenho assim tanta paciência
De ficar sentado num banco de praça
Também nunca possui essa apetência
De jogar baralho, gritar e fazer arruaça

Mas cada um gosta de coisa diferente
Do que não gosto, gosta muita gente
Assim pela vida nós vamos passando

E se todos só gostassem do amarelo
Não haveria outra cor com tom belo
E assim cada um vai sua vida levando.

jmd/Maringá, 19.09.19


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
161
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 20/09/2019 11:08  Atualizado: 20/09/2019 11:08
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 981
 Re: Jogos de caralho
Open in new window