https://www.poetris.com/
Sonetos : 

OLHOS DE JADE

 
Tags:  SONETOS 1992  
 
OLHOS DE JADE

E tu me olhas com teus olhos de jade...!
Que maldade... m'encantas sem querer.
Ou melhor, tu me olhas sem nem ver,
Que roubaste de mim minha vontade.

Deveras me sorris com liberdade
E me olhas para logo eu me perder.
Difícil é te olhar e não poder
Ver somente em teus olhos amizade...

Por íris verdes, tu ao amor me chamas:
Gemas como as de nobres diademas,
Que me olham cintilando duas chamas.

Contudo, entre promessas e dilemas,
Fico me perguntando se tu me amas;
Se enganas; se m'engano nos poemas.

Belo Horizonte - 28 09 1992


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
101
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
4
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 29/03/2020 15:58  Atualizado: 29/03/2020 15:58
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16614
Online!
 Re: OLHOS DE JADE
Ricardo
Encantada! Mais um belíssimo poema!
Parabéns!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 29/03/2020 21:59  Atualizado: 29/03/2020 21:59
Da casa!
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 490
 Re: OLHOS DE JADE
Parabéns pelo magnífico texto poético.
Juvenal Nunes