https://www.poetris.com/
Poemas : 

Mar Azar

 
Irei vender a morte ao desejo.

Vou vender beijos aos marinheiros, acorrentar as ondas aos pés da minha amada, semear anarquias no vento para que tudo se vá.

Abraçarei uma estrela à noite, ouvirei os segredos de um búzio, sobre a vida que ela leva em alto mar, onde quer que eu pernoite.

Trarei nas mãos castelos de areia, e dentro deles sonhos, cometas, sereias e roletas.

Andarei vagueando e despido no cais, puxarei conversa com os gatos vadios, enquanto vou polindo a vida de um ouriço.

Esperarei pela maré baixa, para que as ondas me tragam as correntes.

 
Autor
NunoNebel
Autor
 
Texto
Data
Leituras
63
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.