https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Vai-te

 
Vai-te!

Não posso compreender tuas limitações
Tudo para mim é etéreo e muito vago!
O inevitável pode não ser e nem existe,
Se há a coragem para derrubar os grilhões...

Retiro a louca promessa que um dia te fiz
De a qualquer custo te conquistar,
E, vencedora, ter-te só para mim
Mas, declino desta luta que um dia eu quis...

Chega de insistir nessa guerra tão desigual.
Não vou mais tentar romper as barreiras
Tu foste o grande vencedor afinal!

Agora, vai-te! Recolhe tuas vãs fantasias.
Teu destino é este, mesmo que não queiras
Vai-te! De mim, não mais terás tantas poesias!


Regina Reis
Caraguá,06/09/2008 1H30









Regina Reis

 
Autor
reginamariareis
 
Texto
Data
Leituras
490
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 07/09/2008 20:59  Atualizado: 07/09/2008 20:59
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Vai-te
Um poema de grande qualidade, belo e dramático como convém à matéria versada. Parabéns. beijinho.