https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Cavaleiro dos sonhos

 
Tags:  amor    prazer    ternura    sensualidade    doçura    paixãp  
 
Deixo-me estar, sentado, no silêncio do teu olhar. Fico aqui, como que aconchegado das turbulências do mundo. És um ninho, e eu o passarinho acabado de nascer em teus braços. És o sonho, e eu a cama que recolhe todas as noites o teu corpo. És a Lua, e eu a noite que iluminas. Somos a vida, que se cruza sem se tocar, memória inquebravel deste lugar onde ficamos quietos, abraçados a esta tarde que se imortaliza conosco.

Este parêntesis do tempo, abriu-se para nos deixar entrar, como portal cósmico, lugar encantado onde permanecemos eternamente juntos. Atrás de nós fecha-se a porta, não podemos voltar atrás, temos de seguir o caminho que se estende à nossa frente. Suspensos do nada, seguimos o destino etéreo. Como sina pronunciada outrora, como vaticínio de deuses e demónios que outrora governaram este lugar mágico.

Para lá deste conto de fadas, expressam-se todos os sentires em toques de alma, todos os amores são inacabáveis, todas as paixões são fervorosas, intensas. Esse pedaço de instante, entre o sonho e o despertar, é o lugar onde te faço rainha, onde sou teu cavaleiro em corcel branco montado. Tudo isto pode ser apenas um sonho, ou... não!

 
Autor
Noite
Autor
 
Texto
Data
Leituras
521
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Marlene
Publicado: 15/10/2008 21:14  Atualizado: 15/10/2008 21:14
Da casa!
Usuário desde: 08/05/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 260
 Re: Cavaleiro dos sonhos
Gostei imenso do que li, está realmente muito poético.
Não consigo destacar uma parte, porque achei que estavam todas muito boas e bem encaixadas.