https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nausea

 
Não tenho grana.
No bolso tenho apenas fiapo
velho de cobertor

não quero grana!!
Tenho gana de me enriquecer de vida
pra poder enriquecer a todos
e saciar a todos.

Não é pão.
Nem mesmo caviar...

Eu me alimento de sonho,
de arte de tinta de cores
de som, de música...

Para poder gerar nos outros paixão
amor ,
e essa tal felicidade? ei de encontrar
Seja ela na esquina se oferecendo linda de vermelho
Ou até mesmo se fazendo de dificil como uma falsa virgem
não importa!!!

Quero me afogar nos seus seios
E ali morrer de amor.

A grana?
vai pra zona!!!
Pro lixo e pro estômago
vai pro inferno, pra fossa!!!

 
Autor
PauloSales
 
Texto
Data
Leituras
662
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/12/2008 10:26  Atualizado: 18/12/2008 10:26
 Re: Nausea
Uma náusea bem existencialista.
E realista.
São palavrôes, apenas.

Gostei do poema.

Abraço.