https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Diferentes mas Iguais

 

Pé descalço sabe bem
Nunca será ninguém
Ao pé do sapato d’Alguém

Aquele não tem vintém
Este, não sabe Quantos tem

Brilha o Sol, ilumina a Lua
Todos a reclamam sua
Gira a Terra e rebola
Atrás de outra Bola

A cada tola,
Sua mania
A todos,
Sua fantasia


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2632
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/05/2007 16:19  Atualizado: 07/05/2007 16:19
 Re: Diferentes mas Iguais
Belo poema recheado pela simplicidade.
Aqui, há um expressar de que cada um olha e vê o Mundo à sua maneira, mas tornando-se igual a todos os outros que nele vivem.
Nada pode ser igual a si mesmo, tudo tem de ser diferente, porque senão viviamos todos da mesma forma e querendo usar as mesmíssimas coisas.

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 07/05/2007 18:50  Atualizado: 07/05/2007 18:50
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Diferentes mas Iguais
E entre dois mundos tão distintos, o da riqueza e o da pobreza... apenas uma coisa os une: a lua que todos reclamam como sendo sua!
Muito bom Juvelina, gostei imenso!

PS.Obrigada pelas tuas palavras ali adiante... sempre tão importantes para mim!

Beijo