https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Offline
Stacarca
Daniele
Daniele É tão doce a candura transparente Que brilha e enfeitiça o rosto dela, É um milagre do c...
Enviado por Stacarca
em 23/10/2009 14:41:57
Offline
Stacarca
Tristeza
Tristeza Nessa marcha estupenda de truões doentios, dilacerantes... De réquiens opulentos e febr...
Enviado por Stacarca
em 08/04/2009 14:50:54
Offline
Stacarca
Eternidade...
Eternidade... De sua perfeição incólume e parturejada beleza sidéria que meus olhos inunda uma s...
Enviado por Stacarca
em 15/09/2008 12:08:02
Offline
Stacarca
Te amo
Te amo Por entre a trescalância linda em flôres Que de átrios se desflora em esquecidas, Te amo ...
Enviado por Stacarca
em 12/08/2008 12:11:58
Offline
Stacarca
Oração
Oração No fundo romanesco de seus vermelhos e parturejados cabelos, de seu avulto e penetrante o...
Enviado por Stacarca
em 28/06/2008 00:19:28
Offline
Stacarca
Amores, do amor....
Amores, do amor.... Quando amava eu ingênuo chorava Nas tristezas d'uma vida surgindo, Vin...
Enviado por Stacarca
em 28/03/2008 14:30:51
Offline
Stacarca
Jardim Cágado
Jardim cágado Tão coloridas flôres de primícias Linhagens, de tal grânulo e de beijos Morrend...
Enviado por Stacarca
em 26/03/2008 13:20:48
Offline
Stacarca
Cruz e Souza
Cruz e Souza Ah cisne! Cisne negro de alma clara. C'nobita a poetar do sisifismo E dos esc...
Enviado por Stacarca
em 21/02/2008 19:21:07
Offline
Stacarca
Supedâneo dos enforcados
Supedâneo dos enforcados Por entre a nébula que bimbalha De inóspitas cintilações abrolha, Amort...
Enviado por Stacarca
em 09/01/2008 17:55:23
Offline
Stacarca
A estrela
A estrela Ah estrela de constelações Áureas e formidável beleza, Da fronte suave e delicadeza De...
Enviado por Stacarca
em 07/12/2007 17:55:30
Offline
Stacarca
Satã
Satã Ei-lo, obumbra a sânie lisa, Míngua de soluços dolorosos, Corno dos exórdios chorosos Soluç...
Enviado por Stacarca
em 18/09/2007 20:14:45
Offline
Stacarca
Amor Funéreo
Amor funéreo "A chaga que 'inda na Mocidade há de me matar" A noute era bela c...
Enviado por Stacarca
em 16/07/2007 00:18:02
Offline
Stacarca
Aleluia
Aleluia 'Inda que cantai o canto, O Cântico cantado em anos Porvir, a cantiga em tanto Cand...
Enviado por Stacarca
em 27/05/2007 17:00:36
Offline
Stacarca
Aleluia
Aleluia 'Inda que cantai o canto, O Cântico cantado em anos Porvir, a cantiga em tanto Cand...
Enviado por Stacarca
em 27/05/2007 16:58:55
Offline
Stacarca
Aos mortos
Aos mortos Ó tu, podre que na terra enluta, Disforme fado no letargo imerso Da imunda carne a...
Enviado por Stacarca
em 01/04/2007 15:12:25
Offline
Stacarca
Leproso
Leproso Clausura em ávida lembrança agrura Vasta em inerte moléstia infinda, Vida leprosa qu...
Enviado por Stacarca
em 07/02/2007 23:53:21
Offline
Stacarca
Retrato
Retrato Imácula figura de albor tristura De inerte retórica de baça falaz Quão lúrido, e rea...
Enviado por Stacarca
em 05/02/2007 21:36:35
Offline
Stacarca
Coração apaixonado
Coração apaixonado Disse a meus olhos, o maldito olhar: - Não cansas de olhar pelo iminente? Que...
Enviado por Stacarca
em 13/12/2006 00:16:12
Offline
Stacarca
VIII - A.P - Morte
Morte Ao luto, ao luto ó face pálida Cuspa sangue n'uma ardente cova, Florida p'la tre...
Enviado por Stacarca
em 06/12/2006 14:40:00
Offline
Stacarca
VII-P. Soneto triste
VII-P. Soneto triste Co'um pranto triste espúria vaga Em pobre vida tanta melancolia Ó c...
Enviado por Stacarca
em 18/11/2006 20:00:00
(1) 2 »