https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Chuva de Prata!

 
Chuva inebriante de faíscas prateadas
Caíram e fizeram perpétua morada
Nos emaranhados mágicos dos cabelos
Teus...

Constelações de estrelas vermelhas
Tingiram tuas argentinas sobrancelhas
Com fluídas tintas dos lábios meus...

Todo mundo se florescia, minha amada,
Até o canto da cotovia, envergonhada,
Emudeceu-se...

Tinhas um vestido de luas esmaltadas,
Com as azuis nebulosas amalgamadas,
Enquanto Febo repousava pelo poente...

Vinha cravado de fúlgidas esmeraldas,
O vestido eivado de aromas da madrugada
Que um dia, remoto, eu lhe dei de presente...

Tens agora os cabelos com os fios estrelados,
Tens tuas sobrancelhas e teus olhos argentados
No teu universo-corpo-constelação...

Exalas substâncias com essências aromáticas,
Com o pulcro mel das frutas temporãs adocicadas
Pelas silvestres hortelãs...

Mulher da rubra face que nunca vi mais linda,
Fada da Terra Encantada, delícia e dádiva divina,
Dona do meu sôfrego coração...

Sinto-me, entre os mortais, o mais privilegiado
Por poder compartilhar o mundo ao teu lado,
Para ti, hoje, faço essa canção.

Beijos! Te amo!


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
849
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/11/2009 00:08  Atualizado: 01/11/2009 00:08
 Re: Chuva de Prata!
Um verdadeiro encanto sua canção de amor poeta...você faz das palavras flores das mais raras...abraços

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 01/11/2009 00:50  Atualizado: 01/11/2009 00:50
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Chuva de Prata!
Subscrevo o que disse a poetiza Marlise, fazes das palavras maravilhosas pedras preciosas.
Me encanta, onde vais descobrir tanta palavra
bonita?
Nesceste fadado! Que sorte.

beijinho
rosa