https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sangue e Êxtase

 
Open in new window


Pálidos sob a chama da vela,
reflete-se nas paredes sombras e medos.
O intruso invade o jardim das delícias
e explora seu interior até a alma.
Na cama-arena os corpos trêmulos
se devoram com desejos intensos
e vorazes sob a súplica de beijos.
O orgasmo é uma reciprocidade animalesca!
Unhas e dentes cravam nas carnes
e saboreiam o salgado e o amargo
na virtude inebriada do prazer.
Se contorcem, com espasmos instintivos
no âmago da devoção.
Feridos, suados, satisfeitos como bárbaros
que venceram uma batalha,
deixam a arena com o anseio
de um novo conflito.


São Gonçalo, 02 de setembro de 2005.


www.romulonarducci.blogspot.com

www.manifestotavernista.blogspot.com

 
Autor
RomuloNarducci
 
Texto
Data
Leituras
454
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.