https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Amor, estranho amor...

 
Tags:  amor    paixão    Ana Lyra    estranheza    Gê Muniz  
 

Fere-me gélido abandono
D’um infinito tempo sem dono
Sem ter-me a quem me doar

Delirado precipitei-me ao domo
isolado em dourado trono
Difícil de se aconchegar...

Arde-me um fogo sem flama
Tanto tempo a dor me ama
Amante ardente a arfar.

Amor embala esta flâmula
Que meu peito fado declama
E ata-me ao seu árduo pesar

Fiz de meu leito seco Atacama
Um pleno poço cavado de lama
De inútil e furtivo escapar...

Saudita areia parasita
Desértica dor de desdita
Atolo-me, tolo, sem respirar

Ah, amor de sina esquisita,,,
Sardônico, irônico, incita
A ter asas sem voar...

E o amor, é cobra que arrasta?
Um homem mordaz sempre se afasta
Da paixão que lhe quer perfurar

Porém abre-lhe o peito um ato mágico
E grita um adeus ao pássaro trágico
Pois a dor não vai mais açoitar

NÃO! Ao delírio senil, à quebradeira,
Ao coração embalado, à doideira,
À vida que pulsa em vão, sem palpitar

Abraça-me luz fusca, derradeira
Que afague-me ilusão feiticeira
Pois morro e não desisto de amar.

Open in new window


Ana Lyra

Fazer este dueto foi um grande prazer, pois, embora não o conheça pessoalmente, o poeta Gê Muniz transita nas mesmas orbes dos desejos e desassossegos por onde passeio. Isso faz com que o entrelace literário seja algo prazeiroso e frutífero.
Gostei demais de ter realizado este trabalho. O Gê, além de ser um poeta maravilhoso, é um ser humano de grande qualidade que tenho aprendido a apreciar ao longo do tempo, de uma cultura literária invejável e de uma paixão pelas letras de fazer inveja.

BEIJO enorme Gê, aceita este post como uma demonstração do meu carinho e apreço.
 
Autor
anakosby
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2417
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
19
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 12/09/2010 21:39  Atualizado: 12/09/2010 21:39
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Amor, estranho amor...
Belíssimo dueto!!!Dupla perfeita!!!

Abraços aos poetas.

Varenka


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 12/09/2010 21:43  Atualizado: 12/09/2010 21:43
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Amor, estranho amor...
a palavras de ambos entrelaçaram-se
maravilhosamente, formando um belo poema.
Parabéns a ambos.
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
20dizer-isso
Publicado: 12/09/2010 21:49  Atualizado: 12/09/2010 21:49
Muito Participativo
Usuário desde: 12/10/2008
Localidade: Aracaju-SE
Mensagens: 76
 Re: Amor, estranho amor...
"Pois morro e não desisto de amar."

NEM EU! JAMAIS!


Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 12/09/2010 21:54  Atualizado: 12/09/2010 21:54
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: Amor, estranho amor...
Temática recorrente, mas que ganha nas palavras dos autores contornos de um "eu inquieto", reflexivo até.
parabéns,
Edilson


Enviado por Tópico
Runa
Publicado: 12/09/2010 21:56  Atualizado: 12/09/2010 21:56
Colaborador
Usuário desde: 24/04/2010
Localidade: Santo Antonio Cavaleiros
Mensagens: 1177
 Re: Amor, estranho amor...
Parabéns aos dois por este belo dueto.

P.S.
Gosto de te ver de regresso ao velho avatar que tinhas quando comecei a dar os primeiros passos aqui no Luso.


Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 12/09/2010 21:59  Atualizado: 12/09/2010 21:59
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: Amor, estranho amor...
Foi prazer indescritível e imensa honra duetar contigo, Ana! Que este não seja o primeiro, nem o único!

bjss amiga!


Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 12/09/2010 22:30  Atualizado: 12/09/2010 22:30
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: Amor, estranho amor...
Dois poetas que respeito e que apresentam um trabalho impecável!

Beijo Ana
Abraço Gê

do ZÉ


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/09/2010 23:33  Atualizado: 12/09/2010 23:33
 Re: Amor, estranho amor...
Voce e' muito talentosa e o Ge nao fica atras! Parabens aos dois! Beijos!


Enviado por Tópico
MelMartins
Publicado: 13/09/2010 01:41  Atualizado: 13/09/2010 01:41
Colaborador
Usuário desde: 02/06/2010
Localidade:
Mensagens: 941
 Re: Amor, estranho amor...P/Analira
AnaLira, venho aqui felicitar os dois poetas que muito admiro pelo belo poema que aqui expõem, grata pela belíssima poesia e pela sintonia que aqui encontrei.

Beijinhos aos dois e continuem a encantar-nos

Parabéns

Alice Barros


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/09/2010 16:43  Atualizado: 13/09/2010 16:43
 Re: Amor, estranho amor...
Para os dois:
Olá amigos, esse poema me doeu os ossos da alma...Esse amor que ama mas não quer se entregar, esse amor tão difícil de aceitar o seu próprio lugar...Amar só por amar? "Pois morro e não desisto de amar." Isso me fez chorar!!!!! Vocês formaram uma dupla explosiva!!!! Amei este poema do fundo do coração. Levo pra guardar no bolso da alma..Tá lindo, tá demais!!!

Beijos Ana,
Beijos Gê.

Boa semana pra vocês!!!

Do Rio pra Torres e pra Sampa...