https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

INSANO

 
INSANO
 
Faz meu desejo vivo, inda que seja,
Esse supremo bem, tanto sonhar-te,
Dá-me na vida, sonho, tanto amar-te...
Um devaneio insano de quem beija.

Estas alturas, que meu beijo almeja
Sejam todos meus, esses teus sorrisos
Que meus olhares, vagando indecisos
Encontre, no íntimo; que o teu deseja

Eternizada a vida, em um momento
Perpetue-se, só teu meu pensamento...
Seja o meu amor, em tons, em fantasias

Dê-se à ti, amor, por toda eternidade
Mas, não havendo a possibilidade
Realize-se, todos os nossos dias

Del 21/01/10

 
Autor
Del
Autor
 
Texto
Data
Leituras
876
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
anakosby
Publicado: 14/09/2010 13:29  Atualizado: 14/09/2010 13:29
Colaborador
Usuário desde: 11/04/2010
Localidade: Torres
Mensagens: 1739
 Re: INSANO
Muito intenso e musical.

Adorei conhecer tua poesia.

Grande abraço. Tentarei estar aqui com frequência.

BEIJO.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/09/2010 18:13  Atualizado: 14/09/2010 18:14
 Re: INSANO
Olá Del...

Feliz demais por estares aqui no Luso, vim novamente te ler e sonhar...a magia dos teus
poemas me encanta...me afaga!

Obrigada por compartilhares teu talento!

Um beijo, Del!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/09/2010 09:38  Atualizado: 16/09/2010 11:38
 Re: INSANO
ola Del, sejas bem vindo ao Luso! Continuas imensamente inspirado e o teu talento cresce a cada novo soneto que crias! Es um excelente sonetista, sempre bom ter alguem do teu calibre postando aqui no Luso! Parabens pelo poema! Grande abraco!