https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Solidão : 

NOITE DE UM INVERNO (Victor Motta)

 
Tags:  solidão    tristeza  
 
NOITE DE UM INVERNO

DE REPENTE, SINTO QUE ESTOU TRISTE.
TRISTE PELO QUE SOU,
TRISTE POR TUDO QUE NÃO FUI.
MAS, NÃO ME ABORRECE
ESSA TRISTEZA, QUE VEM
E QUE FLUI ATRAVÉS
DO CINZA-AZULADO DA FUMAÇA
DO CIGARRO, PROJETADA NO TETO
MAL PINTADO DE MEU QUARTO.
O SILÊNCIO AMIGO QUE HABITA
MEU APARTAMENTO
DIVIDE COMIGO O FRIO DA NOITE,
QUE TAMBÉM SE VAI.
PENSO EM VOLTAR, PENSO EM PARTIR,
EM ESTAR CONTIGO,
EM DIVIDIR ESSA TRISTEZA
A DOIS…
QUE GRITA DENTRO DE MIM,
DENTRO DO QUARTO QUIETO,
FRIO, DE AR VICIADO
DE TETO MAL PINTADO.
VEJO AS MARCAS INCERTAS
DO PINCEL,
COMO A ARRANHAREM
TAMBÉM DENTRO DE MIM
A SAUDADE DO QUE ERA
E A ANSIEDADE DO QUE SERÁ.
FECHO OS OLHOS,
MOLHADOS
E PENSO NUM POEMA QUE FARIA,
SE MEUS OLHOS MOLHADOS
NÃO ESTIVESSEM CANSADOS,
FECHADOS,
TENTANDO ESQUECER
ESSA TRISTEZA….


Livre-pensadora, livre-sonhadora

Autor: Victor Motta
Victormotta's Blog
http://cariucho.wordpress.com/
 
Autor
Manu_C.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1619
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Manu_C.
Publicado: 01/03/2012 21:26  Atualizado: 01/03/2012 21:26
Colaborador
Usuário desde: 22/12/2011
Localidade: Itália, Milano
Mensagens: 572
 Re: NOITE DE UM INVERNO
Este poema é de Victor Motta,
Victormotta's Blog
http://cariucho.wordpress.com/