https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Cego

 
Tags:  amor    poema    poesia    tempo    louco    ama    cego  
 
Cego é o nó
que não desata
como o abraço
e a asa,
tal como o poema
quando a estrofe
não casa
e o pássaro
não passa

cego, é o louco
que não ama
por falta dessa chama
que nos tira o ar
quando se ama

Cego é o tempo
que ousa falar
dos dias de vida
que não vão voltar

Cegos, são os meus dedos
que escrevem a medo
no teu corpo,
o que na voz
te queria contar

José Guerra (Honoré DuCasse)




Honoré DuCasse

 
Autor
jguerra
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1617
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
josemariafonso
Publicado: 27/03/2014 01:24  Atualizado: 27/03/2014 01:24
Muito Participativo
Usuário desde: 24/05/2008
Localidade:
Mensagens: 78
 Re: Cego
parabens é essa a escrita que procuro e uso nos meus poemas
simples de palavras leves e descomplexadas de resto a imaginacao do poema é magnifica.
muito bom mesmo, gostei

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/03/2014 12:38  Atualizado: 27/03/2014 12:38
 Re: Cego
Seu texto ficou muito bom!

Gostei imensamente!

Parabéns!

Anggela

Enviado por Tópico
JoeWeirdo
Publicado: 24/04/2014 08:49  Atualizado: 24/04/2014 08:49
Da casa!
Usuário desde: 11/03/2010
Localidade:
Mensagens: 433
 Re: Cego
Gostei bastante!
Abraços!
^^