https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Suplemento

 
Leio tua pele estrangeira,
amiga da impiedade do tempo,
do calendário de sal
- um verbo de pedra na vidraça do poema.

Leio-a com a boca posta,
com as mãos despidas
sobre a carne insone
de uma página aberta;
eu pedinte muda,
encharcada de sombra e incêndio.



No cântaro vazio do teu corpo
deito os meus olhos de água.

 
Autor
Amora
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1132
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
16
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/11/2014 16:26  Atualizado: 05/11/2014 16:26
 Re: Suplemento
a última estrofe é a pérola da tiara de palavras com a qual coroas a tua poesia. muito bom, Amora. um abraço.


Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 05/11/2014 19:06  Atualizado: 05/11/2014 19:06
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3535
 Re: Suplemento
Um belo poema, imagens muito sugestivas e interessantes.
beijinho


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/11/2014 20:00  Atualizado: 05/11/2014 20:00
 Re: Suplemento
Lindoooooooooo! Lindoooooooooo! Arrasou querida!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/11/2014 21:39  Atualizado: 05/11/2014 21:39
 Re: Suplemento
Um poema belo, forte e instigante... os versos finais estão divinos.

Gostei muito! Parabéns!


Bj,


Alice


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 05/11/2014 22:22  Atualizado: 05/11/2014 22:22
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Suplemento P7Amora
Um lindo poema bem original e sagaz, gostei demais. Beijinhos da Vólena


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 06/11/2014 15:07  Atualizado: 06/11/2014 15:07
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2699
 Re: Suplemento
Encantados estamos após a leitura desse poema, escrito com os d'água.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 08/11/2014 18:17  Atualizado: 08/11/2014 18:22
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29394
 Re: Suplemento
Uma sombra que se silencia quando na pele tocada, no corpo apagado, encharcam nossos desejos insinuado pela boca no tempos de nossos lábios, suplementando os sentidos prazeres


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 10/02/2015 18:51  Atualizado: 10/02/2015 18:51
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1616
 Re: Suplemento
«...encharcada de sombra e incêncio.»
Apenas um dos magnificos versos que nos ofereceste.
Obrigado Amora.