https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

«Como quem sonha»

 
Outrora marca de um beijo;
Hoje, sombra de saudade...
É no excesso do desejo,
Que se dissolve a vontade.

A saudade esmorecida,
no teu sentir e no meu;
Como quem sonha na vida,
outra vida que viveu.

No declínio da fonte,
ter sede, é não ter cuidado;
baloiçar no horizonte,

é um risco mal calculado.
Hiato entre o vale e o monte?...
Talvez silêncio magoado!...

 
Autor
Joanad'Arc
 
Texto
Data
Leituras
732
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
1
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/06/2015 14:20  Atualizado: 21/06/2015 14:20
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29356
 Re: Assunção
Momentos que transmite aquele algo, vindo dos olhos dos sentimentos.

lindo