https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

NO MEU SONO

 
No meu sono há cães que sonham
e choram encostados à poltrona verde
de uma sala antiga,
há a minha própria foto
em campa rasa
que nem sequer tinha sido aquela que eu gostava
mas precisamente a outra
em que estou com ar de parva.

No meu sono
há gatos enroscados ao longo das paredes
por todos os lugares onde habito,
e histéricas gargalhadas
pelas ruas onde passo.

No meu sono há génios.

Génios mutilados de alfazema,
sobreviventes ao massacre.

No meu sono há crianças paridas
e perdidas,
desdentadas,
enfermas
ao colo da vida,
por vezes também há meninos e meninas
felizes,
elas usam tranças com laços cor de rosa,
eles jardineiras de ganga…

No meu sono há inquietações,
alucinações,
há órfãos de todas as classes.

Encostado ao meu sono
há sempre um cão que chora
um cão que sonha.


© Célia Moura

© Célia Moura, a publicar “Terra De Lavra”
 
Autor
CéliaMoura
 
Texto
Data
Leituras
290
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
10
6
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 01/06/2016 11:29  Atualizado: 01/06/2016 11:29
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29228
 Re: NO MEU SONO
Um belo poema onde os sentidos se transformam com a essência que a natueza nos mentaliza



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/06/2016 11:50  Atualizado: 01/06/2016 11:50
 Re: NO MEU SONO
Lindo, lindo poema!

Parabéns pela inspiração.

Um abraço,

Anggela



Enviado por Tópico
Margô_T
Publicado: 27/06/2016 14:11  Atualizado: 27/06/2016 14:11
Da casa!
Usuário desde: 27/06/2016
Localidade: Lisboa
Mensagens: 277
 Re: NO MEU SONO
Verdadeiramente inebriante todo este ritmo periclitante que me faz ler os teus versos de rajada, sem uma única pausa, devorando todas as imagens que me surgem umas sobre as outras como quadros surrealistas.
Assim são, de facto, os sonhos… O difícil é descrevê-los… descrevê-los deste modo.
Fantástico.