https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Humor : 

Vida de Deputado

 
Tags:  pobre    trabalhador    brasília    deputado  
 
Bebi um litro de chope
Para comemorar a lei seca.
Atropelei uma vovozinha
E nem vi o poste na alameda.

Paguei cinquenta para o "poliça",
Ele não quis me deixar ir.
Falei que sou deputado...
Ele me chamou de amigo e despediu-se a sorrir.

Numa ressaca danada, fui a praia...
Joguei meu lixo de cada dia na areia,
Despi só com o olhar a morena de minissaia
E ofereci por uma transa, um cargo na capital brasileira...

Dez mil por mês,
Duas horas de trabalho por semana,
Uma propina ao burguês
E um "ap" em copacabana.

Ela sorriu e disse:
"- Negócio feito!"
Depois de uma noite de amor
Até parecíamos um par perfeito.

Levei ela para Brasília...
No meu "jatinho",
Mostrei-lhe o novo gabinete
E de quebra ensinei as falcatruas com todo carinho.

De amor, sexo e dinheiro...
Vivi os quatro anos
E nem notei que o mandato estava acabando,
Precisava de um plano!

Nova eleição...
Que horror!
Abraçar gente pobre
E fingir que sou trabalhador!

Fazer caminhadas,
Inventar novas promessas!
Abraçar os filhotes dessa gente coitada
E conhecer novas favelas.

Mas enfim, reeleito...
Hora de voltar a capital!
Rever a quadrilha
E meter a mão no real.

E o povo que se dane,
Assim como sua esperança!
Até daqui a quatro anos...
Vou cuidar de engordar a poupança!
Ficar com várias mulheres pela cama
E abri mais uma conta nas Bahamas!

Kleber de Paula


Kleber de Paula
contato: contabil.kleber@gmail.com

 
Autor
kleberam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
345
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.