https://www.poetris.com/
Sonetos : 

AUSTRO-HÚNGARO / Des-História Universal

 
Tags:  SONETOS 2017  
 
AUSTRO-HÚNGARO / Des-História Universal

Quem súbdito de reis-imperadores
Embasbacara o mundo com sua arte,
Antes que a Guerra um povo d'outro aparte
E, entre velhas bandeiras, novas cores...

Do Ultimato ao Armistício, os estertores
Da pátria qu'ele amara, em toda parte
Percebe enquanto a Europa se reparte,
Ser o artista de antigos esplendores.

Quem meio austro e meio húngaro nascido
Se viu subitamente dividido
E, entre duas nações, despatriado...

Mas através de décadas vazias,
Percebera-se em suas fantasias
Ter sido o artista preso no passado.

Betim - 23 07 2017


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
60
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.