https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

NINGUÉM

 
NINGUÉM

Ninguém morre sob a lama.
Ninguém foi esmagado pelos morros.
Na aldeia ninguém de pele avermelhada foi massacrado.
Ninguém de pele negra é discriminado.
Ninguém morre de balas perdidas.
Ninguém dorme sob viadutos urbanos.
Ninguém sofre a sede no nordeste.
Ninguém consegue estudar.
Ninguém consegue emprego.
Ninguém consegue se aposentar.
Ninguém levou oitenta tiros...
Ninguém é culpado por nada...
Ninguém...
Ninguém... (Proteus).


"O GOVERNO BRASILEIRO É UMA FOSSA DE SABEDORIA... E SINTO O CHEIRO."
(Proteus).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
205
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
4
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Leepeters
Publicado: 13/04/2019 21:23  Atualizado: 13/04/2019 21:23
Muito Participativo
Usuário desde: 10/03/2019
Localidade:
Mensagens: 76
 Re: NINGUÉM
Alguém morre sob a lama
Alguém sente sede
Alguém levou oitenta tiros
Ninguém se refere a todos nós
Ninguém se importa
Alguém lamenta


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 14/04/2019 14:14  Atualizado: 14/04/2019 14:17
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16003
 Re: NINGUÉM
Proteus
Devem ficar todos surdos, cegos e mudos?
E cada dia morre mais um Zé Ninguém!
Apreciei a leitura!
Beijos!
Janna