https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

Talvez não seja para sempre

 
Eu preciso fazer um passeio
Ir embora deste lugar
Caminhar em outra direção
E sentir o vento tocar o meu rosto levemente.
Estou dizendo adeus
Coisa que não gostamos de dizer
Muito menos de ouvir.
Mas, eu preciso partir
Já não quero mais ver o brilho de seus olhos
Eles que sempre foram minha inspiração
Não me parece mais intenso como antes.
Não quero ver o seu lindo sorriso
Não que desejo que não sorria,
Muito pelo contrário
Que sorria longe de mim
Que seja feliz em outros espaços
Em outros braços.
Talvez não seja para sempre
O adeus que hoje digo no coração.
Não fique assustada
Eu nem tive coragem de olhar em seus olhos.
Prefiro a solidão das noites tristes
A companhia de minhas lágrimas
Do que ver você triste por mim.
Eu sinto medo
Não posso negar isso
Mas, preciso navegar outros mares
Sentir outros ventos tocar o meu rosto
Ver o brilho de outros olhos.
Você, como um casulo
Desabroche e vire uma borboleta.
Talvez um dia eu retorne
E possa te amar da forma que merece
Com todo o amor do mundo.
Seus encantos ficará em minhas memórias
E serão eternizados
E seus gestos simples
Será a minha eterna lembrança
Da pessoa incrível que você sempre foi.
Adeus, meu amor
Darei um passeio pelo mundo
Quem sabe nos encontremos
Em uma das esquinas da cidade
E possa ver o seu sorriso outra vez!

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
48
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.