https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

No meu tear de palavras

 
Open in new window

Enquanto meus olhos veem
E minha débil consciência
Inda permite o amanho
Das palavras,
Serei poeta dos corações,
E no meu tear de palavras,
Falarei
Ao sol,
À lua,
E ao vento,
Da beleza da vida.
E em cada palavra que teço
Com teias da paixão,
Exponho a docilidade
Da minh’alma, que serena
Coração de quem ama poesia.
Em cada verso que brota
Do meu endiabrado coração,
Retoco a beleza que apinha
Minh’alma com emoções
E musicalidade do vento
Que penteia os prados.
No meu tear de palavras,
Rimarei amor com esplendor,
Encantos com santos,
E quando a noite chegar,
Falarei da lua e das estrelas
No meu tear de palavras.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
347
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
3
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 11/05/2019 23:52  Atualizado: 11/05/2019 23:52
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6337
 Re: No meu tear de palavras
Falarei também de si, amigo leitor.


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 11/05/2019 23:57  Atualizado: 11/05/2019 23:57
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6474
 Re: No meu tear de palavras
Boa noite , querido poeta,

Belíssima construção poética.
Passando para te desejar um feliz dia das mães junto aos seus.

Um abraço,