https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A barca

 
Tags:  pensamentos    amargura    esquecimento    navegação.  
 
A barca

Dizem que na distância há esquecimento
Porém eu não aceito essa afirmação
Pois sempre seguirás em meu pensamento
Todos os caprichos do teu livre coração

Soubeste desvendar meus pensamentos
Disseste-me a verdade que eu sonhei
Afastaste de mim todos os sofrimentos
Desde aquela noite que te encontrei

Agora a minha praia se encheu de amargura
Porque a tua barca tem que me deixar
E ao cruzar os sete mares com loucura
Cuide para que ela não venha a naufragar

Quando a luz dos sol estiver se apagando
E te sintas muito cansada de navegar
Pensa que eu por ti estarei esperando
Até que um dia tu descidas a regressar.

Releitura da Canção "La barca" composta em 1950 por Roberto Cantoral Garcia (México)

jmd/Maringá, 20.06.19

Ouça a Canção original na voz de Luiz Miguel.
https://www.youtube.com/watch?v=PzKieeZfPLs



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
257
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.