https://www.poetris.com/
Sonetos : 

ANGÚSTIA

 
Tags:  Sonetos 1998  
 
ANGÚSTIA

Certas palavras não podem ser ditas
Sem que a verdade d’elas logo irrompa.
Prescindem de ouropéis e toda pompa
Quando um maior sentido as faz aflitas.

E aquele que ousar ver suas desditas
Espalhadas aos ventos feito trompa,
Aceite — antes que o tempo lhe corrompa —
O marasmo das noites infinitas...

Assim essa palavra impronunciável
— Onde fazem caber todo o terror —
Vem quando a hora se faz insuportável.

E, na ânsia que atravessa o perdedor,
Funde-se ao sentimento, que inefável,
É este instante mudo de torpor...

Belo Horizonte - 19 05 1998


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
38
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.