https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Após os afazeres do namoro

 
Open in new window

Ó mulher de flor,
Do amor entendes
E nada perdes,
Vendendo rosas de flor

De rosa-a-rosa,
Vai voando o amor,
Repleto de fervor
Como versos duma prosa

Ó cativante mulher!
Cada flor que sai da tua mão
É doce mel pra quem sabe escolher
O belo, com dotes do coração

Cada flor vendida,
Luz como estrela-maior
No teu sorriso matador,
Que amansa a alma rendida aos teus encantos

Mulher, com teus afáveis afetos,
Cada flor é um amor
Que não carece de acertos,
Pra merecer um louvor

Ó vendedora de rosas de flor,
Por ti morro de amor,
E cada flor, a mim, vendida
É dádiva pra minh’alma rendida à tua candura

Se das flores entendes,
É porque sabes amar,
Quero levar-te ao altar
E de lá, me prendes ao teu ardente amor

Vem, não tens nada a temer,
Amor e flores,
Serão nossos guias ao entardecer,
Após os afazeres do namoro.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
510
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
1
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 07/08/2022 08:08  Atualizado: 07/08/2022 08:08
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 7547
 Re: Após os afazeres do namoro
No reino das rosas de flor,
O verbo amar
Conjuga-se no pretérito-mais-que-perfeito.

Open in new window