https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Amigo, Sabes!

 
És algo muito especial,
como o ar que envolve a terra, puro;
como as noites primaveris, calmo.

És a brisa da madrugada, fresca e suave
que a carícia os rostos entristecidos.

Tua alma é pura como a água dos ribeiros,
teus gestos são como os sorrisos das crianças inocentes.

Queria ser algo mais, ser as noites estreladas de Verão
e com o calor das estrelas aquecer teu coração.

Ser o romper das madrugadas primaveris,
e no o nascer do sol iluminar teu caminho.

Queria poder num toque de magia e numa simples
carícia apagar a tristeza que alberga os corações.

Queria ter a delicadeza de num pequeno gesto
fazer florir um jardim encantado de fadas e anões.


Todos os meus textos estão registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais (IGAC)

 
Autor
DeboraAndrade
 
Texto
Data
Leituras
724
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fogomaduro
Publicado: 31/08/2008 18:09  Atualizado: 31/08/2008 18:09
Colaborador
Usuário desde: 06/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1478
 Re: Amigo, Sabes!
E eu queria
ser «anão»,
ah, não!,
queria
que esse amigo
te aquecesse
o coração.

DM

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/09/2008 13:01  Atualizado: 01/09/2008 13:01
 Re: Amigo, Sabes!
Lindíssimo poema! cheio de sensibilidade e ternura! Que bom ler-te minha amiga!
Beijo azul...Sempre!