https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

ALEGRE FUNERAL

 
ALEGRE FUNERAL
 
Este silêncio triste e imundo
De quando tu me deixastes
Apagou os sonhos de um mundo
Com mágoas de uns olhos tristes

Ah, esses não levastes, eram o fundo
Do mar azul onde tu não existes
Onde navega só um amor profundo
Com limos de várias cores de estirpes.

Sonhar a vida e acordar a morte
Traz-me a saudade de sentir a sorte
Da sombra profusa deste desespero

Vai, sai agora e não venhas mais
Já ao longe se ouvem meus ais
Ao alegre funeral deste enterro.


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

Imagem de autor desconhecido
 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1833
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
15
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/12/2008 13:09  Atualizado: 12/12/2008 13:09
 Re: ALEGRE FUNERAL

belo soneto, mas um funeral é muito triste.
bj


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 12/12/2008 13:29  Atualizado: 12/12/2008 13:31
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: ALEGRE FUNERAL
E assim se constrói uma sublime despedida.

Um abraço

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 12/12/2008 13:32  Atualizado: 12/12/2008 13:32
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: ALEGRE FUNERAL
Um soneto muito bom...um grito que enterra o passado, que algumas vezes tem que ser feito para podemos ser livres.

Beijos

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 12/12/2008 13:53  Atualizado: 12/12/2008 16:44
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: ALEGRE FUNERAL
Um adeus definitivo ao amor,
e um belo soneto, sem dúvida!
Vóny Ferreira[img
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=62942

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/12/2008 14:07  Atualizado: 12/12/2008 14:08
 Re: ALEGRE FUNERAL
desnudar-se por fora e por dentro, apagar memórias, enterrar sonhos, e fazer um alegre funeral deste enterro, e que as próximas sombras sejam amenas tão somente projetadas para amenizar o calor intenso das novas paixões.
é um poema vibrante. gostei de ler.

um abraço fraterno de Boas Festas Jorge.

minha mensagem:
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=63550

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 12/12/2008 14:07  Atualizado: 12/12/2008 14:07
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: ALEGRE FUNERAL
Uma morte que não é necessariamente física e que deu um belo funeral

Beijinhos

Enviado por Tópico
Sininho
Publicado: 12/12/2008 15:03  Atualizado: 12/12/2008 15:03
Participativo
Usuário desde: 30/11/2008
Localidade:
Mensagens: 33
 Re: ALEGRE FUNERAL
Belo poema! Retrata bem aquilo que muitas das vezes não temos coragem de fazer...um funeral à nossa vida, a partes da nossa vida!

Beijos

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 12/12/2008 15:24  Atualizado: 12/12/2008 15:24
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: ALEGRE FUNERAL
Olá querido Jorge! O soneto é interessante, a começar pelo título, que traz a disparidade de sensações. O que se percebe a um primeiro contato é um desprendimento de alma; como que o teu eu poético quisesse se agarrar a um destino que apenas te fez sofrer. Na verdade, o poeta tem esse mister; o de mostrar o que realmente sente, por vezes em labirintos, por vezes em claridades. Um belo soneto, meus parabéns sempre! beijos

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 12/12/2008 17:02  Atualizado: 12/12/2008 17:02
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: ALEGRE FUNERAL
Até para morrer é preciso sorte!
Diz-me o que faço com a morte?
Vai, vai embora...se quero consigo esquecer dela!?
Mais um belo soneto!

jinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/12/2008 17:48  Atualizado: 12/12/2008 17:48
 Re: ALEGRE FUNERAL
Um soneto que exprime a realidade que os fantasmas e a dor só nos fazem mal.

parabéns

abraço

Enviado por Tópico
MartaVasil
Publicado: 12/12/2008 19:22  Atualizado: 12/12/2008 19:22
Da casa!
Usuário desde: 30/11/2008
Localidade:
Mensagens: 215
 Re: ALEGRE FUNERAL
Quidam

Um funeral como forma de exorcizar dores, as dores que teimam em se alojar no peito, tão intensamente aqui descrito. Soberbo poema!
Que hajam muitos funerais destes!...

Marta Vasil

Enviado por Tópico
profeta
Publicado: 12/12/2008 20:33  Atualizado: 12/12/2008 20:33
Muito Participativo
Usuário desde: 17/09/2008
Localidade: Monte da Ribeirinha
Mensagens: 79
 Re: ALEGRE FUNERAL
"SONHAR A VIDA E ACORDAR A MORTE"...Depois "RESSUSCITAR" desse "alegre funeral" que já foi de profunda tristeza...
E nos braços do tempo dar a volta por cima, varrendo "desamores"para baixo do tapete...até que o eco do próprio grito se dilua na distância desse funeral "alegre"--por cada vêz mais longínquo...
Este soneto vem reforçar um jeito peculiar que se adivinha quando comenta outros poemas.Mas isto tudo só para dizer que gostei. Muito!

Enviado por Tópico
AlmaReveladora
Publicado: 12/12/2008 21:52  Atualizado: 12/12/2008 21:53
Super Participativo
Usuário desde: 27/11/2008
Localidade:
Mensagens: 167
 Re: ALEGRE FUNERAL
Open in new window
Estou aqui Amor,

Te amo tanto,magoas e choro,

Não terás mais,

Vim aqui para ti abraçar......

Te amo tanto que só sei de amar,

porque eu te vejo e quero ficar...

bjs lindo

adoreiiiiii


http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=63660

Enviado por Tópico
LuisaMargaridaRap
Publicado: 12/12/2008 22:01  Atualizado: 12/12/2008 22:01
Colaborador
Usuário desde: 19/08/2008
Localidade: Portalegre - Alentejo
Mensagens: 1512
 Re: ALEGRE FUNERAL
Quidam, sublime este teu soneto, vejo o funeral aqui em sentido figurado, pode ser a despedida de algum sentimento, quiça...

Os meus parabéns por este teu brilhante trabalho,

beijinhos

Luisa Raposo