https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Serei talvez, um nada que te incomoda...

 
 
<b>Não vires a cara ao lado
Quando por mim passas apressado
Porque
Por mais que não me queiras ver
Eu existo!

Sou a prova viva
Da pobreza
E da minha solidão

O rosto da esperança ida
Como o tempo que não volta...

Sou o mendigo
O louco
Como muitos me chamam
Sou parte da paisagem
Destas ruas
Ora cheias
Ora vazias
Que tão bem me conhecem

Sou o nada
Que te incomoda
... Ou não!</b>

Open in new window


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

Este poema saiu-me num impulso, após ter escrito a frase que lhe deu o título e que servia apenas para emoldurar a foto, como podem ver aqui...
 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3043
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
13
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 18/12/2008 22:00  Atualizado: 18/12/2008 22:00
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Um poema que mexe com as nossas
consciências. Que dói pelo realismo.
O brigada por nos obrigar a reflectir, Cleo!
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
pires22
Publicado: 18/12/2008 22:00  Atualizado: 18/12/2008 22:00
Participativo
Usuário desde: 18/11/2008
Localidade:
Mensagens: 13
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Um nada que incomoda muita gente mas que é um tudo... aliás nós todos somos um tudo que ao relacionar-se numa sociedade vê-se como um nada... Para mim nada é quem não ama e quem ama tudo é... Desculpa a confusão mas hoje estou muito pouco racional e obrigado pelo comentario... beijo

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 18/12/2008 22:28  Atualizado: 18/12/2008 22:28
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Olhar sempre! Nunca se sabe se um dia és tu e ninguem vai olhar.
A verdade é esta Cleo por mais que não se queira ver...é o que mais existe.
Maravilhoso!
Um beijão

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/12/2008 22:42  Atualizado: 18/12/2008 22:42
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
o nada que incomoda.
que incomoda a consciência.
mas há os que viram a cara.
passam ao largo,
talvez de um Zé Mané, ou um Cristo
querida Poetisa Cleo
teu poema
me levou aos meus fantasmas

beijo e afeto e fraterno abraço de Boas Festas



minha singela mensagem
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=63550

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/12/2008 01:52  Atualizado: 19/12/2008 01:52
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Cleo querida,
Convivo por questão pessoal e de profissão com a miséria e a doença.Por fazer a minha parte amo-as e olho-as sem incômodo. Bela reflexão!
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
quidam
Publicado: 19/12/2008 09:33  Atualizado: 19/12/2008 09:35
Colaborador
Usuário desde: 29/12/2006
Localidade: PORTIMÃO
Mensagens: 1438
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Um nada que muitas vezes é tudo... (ficou favorito)
Jinho

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 19/12/2008 10:18  Atualizado: 19/12/2008 10:18
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Realmente quantas vezes fingimos não ver...
Belíssimo Cleozinha! Lindo, lindo!

Beijo grande

Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 19/12/2008 11:44  Atualizado: 19/12/2008 11:44
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1947
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Cléo,

gosto desta escrita sem metáforas, ela própria é uma metáfora, sobre a pobreza humana, pobreza e indigência da humanidade.

Até há situações de lojistas e de bancos que pedem à polícia para afastar os indigentes e os mal vestidos da frente das fachadas, como quem sacode uma mosca varejeira da vitrina.

Abraço.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/12/2008 12:09  Atualizado: 19/12/2008 12:09
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
São muitos os nada que nos incomodam.
E é bom que nos incomode.

Poema grandioso.

Abraço.

Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 20/12/2008 21:00  Atualizado: 20/12/2008 21:00
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Olá Cleo,
Eu diria que é o nada que é tudo e que me incomoda mesmo. Choca.Alguém a quem lhe roubaram a dignidade humana.
Deveria ser proibido o roubo da dignidade de ser a quem quer que seja mas dos elos mais fracos, como as crianças e os idosos. Choca mesmo. Parabéns. revelas uma grande sensibilade e acuidade para as linguagens mistas, no caso, a palavra e a imagem. Parabéns pelo poema e a minha tristeza pela realidade retratada.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 20/12/2008 21:45  Atualizado: 20/12/2008 21:46
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Cleo,

Todos os dias estes pormenores me surgem pela frente. Pessoas que dormem na rua, no meio de caixas de cartão, por baixo das entradas dos edifícios, que vão comer à "Sopa dos pobres"...fazem as suas necessidades fisiológicas na rua, enfim... Meu local de trabalho é nos Anjos, em Lisboa (num estabelecimento que comercializa material eléctrico)e quase todos os
dias tenho de pedir a alguém para se levantar para que se possa abrir a porta da loja ao público. Portanto estou ao corrente de muitas situações do género. Para além das prementes dificuldades, muitos deles preferem continuar a viver nas ruas a serem recolocados nos seus seios familiares. Por vezes não se encontram explicações para tudo isto. Recordo há uns anos uma situação de um sem-abrigo a quem foi dada a oportunidade de trabalhar...esteve cerca de um mês por lá e voltou às ruas, largando tudo, novamente.
Mas seu poema, para além de chamar a devida atenção para estes factos, demonstrando pelas imagens o quanto temos de pensar pelo assunto, está, como habitualmente, muito bem escrito.

Beijinho, e meu agradecimento por ser quem é e como é...

Enviado por Tópico
baraujo
Publicado: 22/12/2008 23:09  Atualizado: 22/12/2008 23:09
Novo Membro
Usuário desde: 29/09/2008
Localidade:
Mensagens: 10
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
este texto e esta imagem... bem... toca fundo lá bem profundo... e bate forte bem forte...
incomoda? inquieta? desassossega? revolta?
nao sei... mas toca.. mais que nao seja!

beijo terno

Enviado por Tópico
sisnando
Publicado: 29/12/2008 22:10  Atualizado: 29/12/2008 22:10
Colaborador
Usuário desde: 21/10/2008
Localidade: Fafe
Mensagens: 589
 Re: Serei talvez, um nada que te incomoda...
Um nada existe desde o momento que reconhecemos a sua existencia!
Gostei de te ler, tocas a consciencia,despes as ruas, gostei!
Ah e nada mal a musica, todos nos gostariamos que alguem nos mostrasse a estrada, mas nao è facil!
beijo grande