https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Morte vivida

 
MOTE

A poesia dá vida á morte
Mesmo a morte desta vida
Nesse jogo de azar e sorte
Dá vida á morte vivida


GLOSAS

E no obscuro sentir do ser
Sem saber qual a sorte
Sei que para bem morrer
A poesia dá vida á morte

Estar vivo só para morrer
Uma vida bem sofrida
Morrer é o destino do viver
Mesmo a morte desta vida

E do labirinto da vinda e ida
Em milhões jogou um "forte"
Dado para o jogar da vida
Nesse jogo de azar e sorte

E com a poesia como elixir
Nasce a morte e morre a vida
E no eterno jogo do existir
Dá vida á morte vivida



O homem antes de ser o ente do ser é o ser do-ente

Livros:

Quase um Livro:
www.rodinha26.blogtok.com
Coisas da escrita:
www.avkd.blogtok.com
Um tratado:
www.gov.blogtok.com

Projectos Web:
Um Portal:
ww...

 
Autor
JSL
Autor
 
Texto
Data
Leituras
984
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 17/05/2007 13:47  Atualizado: 17/05/2007 13:47
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Morte vivida
Olá querido.
Vivemos a morte numa constante em nossas vidas!

Gostei da sua forma de escrita.
Parabéns!!!

Beijinhos

ps:(Oh! só não gostei do coitadinho do pinguim na sua foto! rsrs Brincadeirinha )




Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/05/2007 18:47  Atualizado: 17/05/2007 18:47
 Re: Morte vivida
Jota, primeiro o poema. Fantástico
depois a pena: É pena eu perceber pouco dessa tinta...
Sei, no entanto que a informática é para ti poesia, sinónimo de discussão acalorada.
Ainda não enchi o meu tinteiro de te ouvir falar dela...