https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O último dos sonhos

 
Não era dia e nem era noite em minh' alma
Não era frio e nem era quente o meu ser
Assim, encontrei-te na brisa branda e calma
No singelo acaso, do meu insignificante viver!

Pulsou-me no peito o velho coração sonhador
Saltou-me aos olhos uma ponta de felicidade
Eras tu, o meu mais lindo e insensato amor
Sem que eu soubesse, se sonho ou realidade!

Mas um dia me descobri muito distante de ti
Tanto e tão longe... que não tive como voltar
O momento da tua chegada, era o meu de partir!

Agora distante de ti posso pensar, ver e sentir
Que foste tu, uma linda miragem a me afagar
E o último dos sonhos a me perseguir!...

 
Autor
veracabalini
 
Texto
Data
Leituras
383
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 09/06/2009 18:54  Atualizado: 09/06/2009 18:54
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: O último dos sonhos
Um desencontro de amor num soneto que gostei de ler.

Beijos

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 09/06/2009 23:20  Atualizado: 09/06/2009 23:20
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8222
 Re: O último dos sonhos
Belíssimo soneto.Adorei. Beijinho