https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Está a Chover...

 
Está a chover.
Lá fora, o céu está sem cor e troveja
Eu escrevo as minhas impressões.
Dentro de mim, não chove nem troveja
Mas o ar é sufocante
Como presságio de Temporal.

Eu escrevo para ler o que escrevo
E sentir o que leio…

Rebolo-me no tempo Passado
E não lhe encontro a volta
Espreito o Futuro
E não lhe alcanço a Sombra.

Vejo os meus filhos
E os filhos dos outros
A crescer
E pergunto ao céu
Quantos deles
Terão a noção do Futuro…

Que pensarão os nossos filhos
De nós?
Que pensamos nós do Mundo?

Continua a chover…

Se rio alto, não tenho vontade de o fazer!
Se choro, não sei porque choro!
E nesta falta de clareza
Que existe em Mim
A alma adoece de tristeza e medo.
Tenho medo de um dia
Não ter medo de mais nada!

O Tempo corre e nunca se repete
Mas a alma não…

Por isso, sinto esta demora
Esta perda de Vazio

Lá fora, continua a chover…

Manuela Fonseca


Manuela Fonseca
_______________
http://ensaios-poeticos.blogspot.com

 
Autor
Manuela Fonseca
 
Texto
Data
Leituras
849
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.