https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Olhos Dormentes e Doentios

 
Olhos dormentes e doentios
Olham constantemente em círculos
Directamente em camadas de subtileza
Mas não me irei curvar sobre mim
Nem sobre o seu manto de ignorância
Esta vida ainda será um mistério
Para ti e para o teu mundo
Até o dia da tua esperada partida
A espalhar mentiras inexistentes
Saídas venenosamente dos teus frágeis lábios
Para ti dito-te vingança
Vingança sem meios caóticos
Ou por prazeres destrutivos
Irei te mostrar o que construíste
Aquilo que não queres ver
Olhos dormentes e doentios
Basta um sorriso para ti
Para te infligir decepção e angústia
Não me irei curvar sobre mim
Nem sobre o teu manto de ignorância
De alma assente eu enfrento-te
Contra esse teu ridículo conformismo
A verdade que tu adquires
É a verdade que arrancas dos lábios de terceiros
Olha-me nos olhos
E apenas verás
O que sempre esqueceste


"The closer you get to light,the greater your shadow becomes."

 
Autor
Motorskill
 
Texto
Data
Leituras
605
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
4
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 24/02/2010 13:40  Atualizado: 24/02/2010 13:40
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Olhos Dormentes e Doentios
As palavras aqui encanceram uma alma
zangada, ou será que decepcionada?
Como o/a compreendo!
Algumas pessoas são decepcionante, tornando a vida ainda
mais complicada.
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/02/2010 20:51  Atualizado: 26/02/2010 20:51
 Re: Olhos Dormentes e Doentios
Muito interessante...tu escreves com leveza

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/02/2010 20:55  Atualizado: 26/02/2010 20:55
 Re: Olhos Dormentes e Doentios
um poema de sentires fortes. Ás vezes temos fazes assim. A desilusão e a decepção deixam marcas irreparáveis.

Uma escrita muito madura e fluente.

Levo para mim

Beijo azul