Poemas : 

Passam as Estações

 
Passam as Estações
 
Deixando de ser menina,
conta as horas das estações que passavam...
Primaveras, invernos, verões.
Em seu pensamento o outono,
que sozinha provou de noites febris.
Tendo a lua como farol distante,
muitas vezes se via como minguante
nas suas fases sombrias .
Com seus botões, não percebia
o que o espelho lhe dizia
e eram tantas mensagens...
Nas mãos, o bilhete do tempo vencia
e o dia passava pela estação,
feito noite de aflição.
Com os olhos da insônia,
só o vento a tocava tirando-lhe o torpor
para ver que o dia anoitecia.
Na menina dos olhos, o sol não via
a insônia lhe fazia companhia.


O sol brilha, a Sol aplaudi...

 
Autor
solange Bretas
 
Texto
Data
Leituras
497
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
mariagomes
Publicado: 13/10/2010 21:53  Atualizado: 13/10/2010 21:53
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2010
Localidade:
Mensagens: 1614
 Re: Passam as Estações
Olá amiga, gostei de ler este poema da passagem das estações, menina/mulher.
beijinhos
mariagomes

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 13/10/2010 21:57  Atualizado: 13/10/2010 21:57
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Passam as Estações
Uma insônia que te deu uma inspiroção sobre as estações. Muito belo!

Bjs
Varenka