https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Conceda-me

 
Deixe-me olhar em seu olho
Lhe dizer palavras amenas
Mostrar-lhe o prazer do obscuro
Guardar no meu íntimo sua alma pequena

Cantar seu canto aprazível
De tom e voz inigualável
Permita-me entrar em seus versos
Entoar com minha voz em seu ser disperso

Conceda-me tocar-lhe
Para sentir o tom de sua derme
Autoriza-me impor-me
com estado de febre

Licencia-me a roubar seu âmago
A imergir nas loucuras do pélago
Apoia-me ao apresentar-me em seu ato
Instigue-me a fazer contato

Forneça-me a ocasião
Para deleitar-me com a sua indiscrição
Sussurra-me seus versos eternos
Para poder adentrar no meu interno

Assenta-me que almeje seu cerne
Propicia-me o dia e me leve
Do mundo correto, humano
Para o além da carne e do estado profano.


 
Autor
APScheffer
 
Texto
Data
Leituras
880
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 09/12/2011 13:19  Atualizado: 09/12/2011 13:19
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Conceda-me
QUE ENCANTO ESTA ESSE POEMA, MARAVILHA


MARTISNS DEIXO MEU ABRAÇO


Enviado por Tópico
lpaulo
Publicado: 13/12/2011 23:17  Atualizado: 13/12/2011 23:17
Participativo
Usuário desde: 21/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 40
 Re: Conceda-me
Poema lindo,


Cantar teu canto aprazível
De tom e voz inigualável
Permita-me entrar em teus versos
Entoar-te com minha voz em teu ser disperso


Os meus parabéns...


Enviado por Tópico
FalcãoSR
Publicado: 14/12/2011 08:16  Atualizado: 14/12/2011 08:16
Colaborador
Usuário desde: 30/06/2006
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 2785
 Re: Conceda-me
APScheffer


Realmente muito lindo e encantador!


Parabéns!


Abraço


Enviado por Tópico
D'oliveira
Publicado: 13/01/2012 20:09  Atualizado: 13/01/2012 20:09
Super Participativo
Usuário desde: 08/07/2011
Localidade: Brasil
Mensagens: 165
 Re: Conceda-me
Uau... fizestes um Poema com muita propriedade, lindo em sua grandeza... não posso aceitar tua modestia, diante desta leitura venho revenciar a ti... de qualquer modo muito obrigado pelo comentário que deixastes. bjus