https://www.poetris.com/
Poemas : 

Anseio famintos

 
Anseio famintos
Os teus lábios
Quando minhas pérolas
Já rolam pelo mármore
E aquela música insiste
Em saborear rosas
Nesta vertigem dos corpos

Anseio qual fêmea
Em pleno cio
Ser somente tua
Amado!
Despir-te perante
Tuas mãos de antúrios
E dançar contigo
Entre vodka e incenso
O tango dos amantes,
Apetecer jangadas de maresia
Entre as pernas
E sentir-te (m)Eu.


© Célia Moura

© Célia Moura –(a publicar) "Hálito de Afrodite"
 
Autor
CéliaMoura
 
Texto
Data
Leituras
180
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 21/05/2017 07:08  Atualizado: 21/05/2017 07:08
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: Anseio famintos
"E aquela música insiste
Em saborear rosas". Talvez a paixão (e não o erotismo sempre presente desde o título), seja a palavra mais correta para descrever o que eu li aqui.
como
"O tango dos amantes,
Apetecer jangadas de maresia" ou
"Anseio qual fêmea
Em pleno cio". Depois, a escolha criteriosa das palavras usadas, mesmo na (ou durante) "Nesta vertigem dos corpos". O todo muito interessante de ler.

Obrigado

Abraçejos (abraços e beijos)


Nota: Anseios ....


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/05/2017 11:57  Atualizado: 21/05/2017 11:57
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29212
 Re: Anseio famintos
Momentos que os sentido se molham internamente de ternura, onde sussurram os sentido amáveis do amor