https://www.poetris.com/
Prosas Poéticas : 

Melancólico sentir

 
Hoje, ocupo os meus pensamentos por quem nunca pensa na verdade, nem nos sorrisos que saem do olhar.
Penso nas ditas palavras que estavam no nosso destino e também acesas numa melancólica sintonia.
Digo que o homem bolha faz rir às gargalhadas o ser mais taciturno dos arredores. Mas ele cansou-se e deu por encerrada a sessão. Todos encolheram os ombros, mostrando que a brisa da noite era uma saída perfeita.
De seguida, acendo estrelas em noites de luar e fico a observar o teu rosto triste e quase doentio carregado de sofrimento.
Espero que o barman me deixe só, acompanhada de um copo meio vazio impregnado de um continuo bem estar.
O mar acalma cada sentir, o sentir da vergonha, da falta de amor e o sentir da solidão e cada onda afaga os pesadelos vividos.

A noite vai ser especial, já não tenho medo de amar.


Carolina

 
Autor
Carolina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
71
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
6
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 18/07/2017 05:44  Atualizado: 18/07/2017 13:46
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1210
 Re: Melancólico sentir
Uma prosa poética boa de ler.
Tem um teor elegíaco, uma mágoa palpável, que vai seguindo e seguindo...
Leva o leitor quase à hipnose.
Quase queremos que o Barman nos deixe em paz também.
Chegamos à conclusão que perdemos o medo quando perdemos tudo.
Aparece mais sff!

Bj


Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 18/07/2017 15:22  Atualizado: 18/07/2017 15:28
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Setúbal, Azeitão Portugal
Mensagens: 333
 Re: Melancólia "Durer"
Open in new window


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 20/07/2017 11:01  Atualizado: 20/07/2017 11:01
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 26034
 Re: Melancólico sentir
Noite encantada onde os passos se faz de um jeito que os compassos do amor penetram dentro dos seios, gritando os encantos de um desejo avassalador