https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Poema Menor

 
Traço um verso curto.
Rumo à margem direita
Há uma mistura de letras,
De lápis, de livros e de canetas.

Repenso num relapso
Um outro movimento
Com meu destro braço
E me perco em pensamento...

Fico a contar as sílabas uma
A uma, buscando o vocabulário.
Confunde-me o meu dicionário.
Fico refém do poema, em suma.

Tristonho, eu me desleixo
Com meus olhos descansados.
Repouso na mão, o queixo,
Um tanto quanto decepcionado...

Com o dedo em riste
Faço redemoinhos,
Ameaço os Moinhos
E o gigante que não existe.

Por fim, quedo
Igual folha ressequida,
Igual à filha perdida
Num momento de desespero.

Dá pena ver a pena
Umedecida pelo suor.
Dá dó o reflexo no espelho
Mostrando o poema... Menor.





Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
255
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
36 pontos
10
5
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 02/07/2018 18:53  Atualizado: 02/07/2018 18:53
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2722
 Re: Poema Menor
Traço um verso curto.
Rumo à margem direita
Há uma mistura de letras,
De lápis, de livros e de canetas.

Poético sentimento
Um abraço Gyl


Enviado por Tópico
boxer
Publicado: 04/07/2018 10:50  Atualizado: 04/07/2018 10:50
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2009
Localidade:
Mensagens: 721
 Re: Poema Menor
.
Olá, Gyl.
Gosto muito deste poema, sobretudo por causa do adjetivo do título: "menor".
O seu texto é "menor" talvez pelo tom que usa, como na música, em que o acorde menor confere uma tonalidade melancólica à imagem auditiva.
O seu texto é "menor" talvez pela inocência do escriba face ao mistério do nascimento de um poema, como um ser que anseia por atingir a maioridade, mas que desconhece se e quando e como chegará.
O seu texto não é "menor", se com isso quiser dizer inferior em qualidade.
Parabéns e um abraço.


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 04/07/2018 11:52  Atualizado: 04/07/2018 22:58
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1588
 Re: Poema Menor
Maior, menor, igual...
Adjectivos que sendo palavras que classificam outras, são possíveis.
Quanto a essa classificação, as opiniões variam, são muitas.
Quanto ao mote.
Há dentro do universo dos criadores, correntes que afirmam que em qualquer arte, há 10% de inspiração e 95% de transpiração.
Outros afirmam que em momentos de transe, transitórios, é que a inspiração actua e a dita acontece.
Há quem se recuse a escrever seja o que for em esforço.

O desespero que não têm quando aparece a primeira estrofe, ou verso ou parágrafo e depois... nada...

Reflete isso o teu poema, pegando na rima como exemplo.

Importa, sobretudo e independentemente do método, procurar qualidade e o melhor que cada um tem.

Quantos meus já não foram para o lixo.

Abraço irmão


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 04/07/2018 22:06  Atualizado: 04/07/2018 22:07
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1365
 Re: Poema Menor
"Dá dó o reflexo no espelho", este verso ofecere a grandeza do "poema menor", acho.

Quando nos vemos ao espelho vemo-nos menores do que somos. O espelho é a mais impuras das invenções, faz-nos ver o que de menos somos...mas no poema senti o que de maior é escrever sobre a honestidade e a verdade.
Favorito.
Um abraço


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 05/07/2018 12:39  Atualizado: 05/07/2018 12:45
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12513
 Re: Poema Menor P/Gyl
Talvez esteja embaciado
o espelho, aos olhos seus,
quem tem a medida certa
só o Senhor, nosso Deus!

Abraço gigante à Cervantes, Vó
(Oi, tenho um sobrinho neto "a meias" com o grande Cervantes)