https://www.poetris.com/
Sonetos : 

QUADRADO VERMELHO

 
Tags:  SONETOS 2018  
 
QUADRADO VERMELHO

Em óleo sobre tela, era um quadrado
Pintado de vermelho carmesim.
Fora de esquadro, tinha início e fim
Conforme eu me tivesse revirado.

Era estável, embora algo inclinado
Como abstração platônica de mim,
Que pode o movimento, mas enfim
Permanecia ainda ali parado...

Na geometrização da realidade,
O olho faz reordená-la sobre um fundo
Que distingue a figura à claridade.

Ao que também eu ao olhar profundo
Aproximado em minha humanidade
Saiba me distinguir de todo mundo.

Betim - 08 11 2018


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
58
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 08/11/2018 16:23  Atualizado: 08/11/2018 16:23
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15701
 Re: QUADRADO VERMELHO
Ricardo

Ao que também eu ao olhar profundo
Aproximado em minha humanidade
Saiba me distinguir de todo mundo.


Cada um no seu quadrado...
Gostei muito do que li!
Beijos!
Janna