https://www.poetris.com/
Poemas -> Tristeza : 

O crime de Mariazinha

 
Tags:  loucura    abraço    sorte    prisão    punhal  
 
O crime de Mariazinha

Um casal de namorados
Corações apaixonados
Que se amavam loucamente
Numa noite estrelada
Negra sorte foi chegada
Para eles friamente

Era ela a Mariazinha
A mais linda caboclinha
Tão jovem cheia de vida
Era ele o salvador
Nasceu para o seu amor
Aquela flor tão querida

E foi no primeiro beijo
Que ela pediu com desejo
Quando foi que o abraçou
Nas costas de seu amado
Um punhal bem aguçado
Com bem força ela cravou

Dois suspiros se chocaram
Quantas lágrimas rolaram
Dos olhos de Mariazinha
Foi por ciúme que o matou
E aí a sua vida se acabou
Pelo fim do amor que tinha

Numa prisão tão sozinha
Ficou louca a coitadinha
Que o destino reservou
Pergunta a todo o instante
Com a sua alma delirante
Onde está o seu amor.

Compositor: - Antenor Serra 1947 -



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
108
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.